Professora da UFPI avalia pólos da EaD em Minas Gerais
O Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) tem como prioridade a formação de professores para a Educação Básica
em 14/12/2009 - 10:46

  O Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) tem como prioridade a formação de professores para a Educação Básica. Para atingir este objetivo central a UAB realiza ampla articulação entre instituições públicas de ensino superior, estados e municípios brasileiros, para promover, através da metodologia da educação à distância, acesso ao ensino superior para camadas da população que estão excluídas do processo educacional.

  Como uma das metas principais para o bom desempenho das atividades propostas, a boa gestão dos pólos de apoio presencial é vital para o sucesso do modelo de educação, pois o mesmo visa expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior.

  Desta forma, um dos métodos de avaliação deste sistema, é feito através da análise de infraestrutura dos pólos presenciais e a UFPI, através da professora Maria Francinete Damasceno, docente do Colégio Agrícola de Floriano e coordenadora do pólo da UAPI- Floriano-PI, foi escolhida para ser membro ativo da Comissão Nacional de Avaliadores Externos do Sistema UAB e realizou visita de avaliação nos pólos de apoio presencial nos municípios de Conselheiro Lafaiete, Ouro Preto, Lagoa Santa e Confins no estado de Minas Gerais.

  Segundo a professora, a avaliação das condições de infraestrutura dos locais indicados para funcionarem como pólos de apoio presencial visa garantir o acesso dos alunos a um ambiente que ofereça condições para estudo, acesso a biblioteca, a laboratórios pedagógicos e a computadores conectados à internet, situação necessária para o bom desempenho dos cursos oferecidos. Portanto, o acompanhamento periódico da situação da infraestrutura e oferta de cursos nos pólos de apoio presencial é uma das ações prioritárias do Planejamento Estratégico do Sistema Universidade Aberta do Brasil - UAB, visando a excelência na implementação desse programa.

  Na mesma ocasião, a professora realizou reuniões com alunos e tutores para identificar os pontos facilitadores e dificultadores do processo de aprendizagem para com isso, trazer experiências que possam contribuir na melhoria da UAB no Piauí e de uma forma mais direta nas práticas pedagógicas desenvolvidas na Educação à Distancia da UFPI.

Fonte: UFPI


Centro de Educação Aberta e a Distância - CEAD/UFPI