Mercado de Trabalho

Mercado de Trabalho.

O mercado de trabalho para o filósofo não é demasiadamente amplo, mas é bastante estável. Muito relacionada ao magistério, a Filosofia está presente como disciplina obrigatória em diversos currículos do Ensino Médio e Superior, o que ajuda a aquecer o mercado de trabalho para os filósofos.

Mesmo com as recentes mudanças no relacionamento da sociedade com a filosofia, é no magistério que ainda se concentra a maioria das vagas de emprego. Os postos de trabalho se espalham por todo território nacional, principalmente nas capitais e cidades interioranas de médio e grande porte. O Filósofo licenciado pode dar aulas para o Ensino Fundamental e Médio. Para dar aulas nas Universidades é preciso que se tenha um curso de pós-graduação.

Além do magistério o filósofo também pode trabalhar na análise crítica de obras artísticas, como peças de teatro, programas de televisão, livros, textos acadêmicos. Ele está apto a escrever artigos sobre o desenvolvimento do conhecimento e sobre a obra de outros autores.

Na Pesquisa Científica, o filósofo também tem cadeira cativa. Tanto pode desenvolver estudos sobre o comportamento do fazer científico da contemporaneidade, quanto pode trabalhar na revisão das teorias já cunhadas.

Como consultor ético pode trabalhar em instituições hospitalares, na revisão de processos judiciais e em Organizações Não Governamentais (ONGs)de incentivo de projetos sociais e culturais.


Centro de Educação Aberta e a Distância - CEAD/UFPI