Polo de Cajazeiras realiza Aula Inaugural
em 24/4/2017 - 8:6

Na última quinta-feira (20), foi realizada a Aula Inaugural do Polo de Apoio Presencial da Universidade Aberta do Brasil (UAB) de Cajazeiras do Piauí, município localizado a 267 quilômetros ao sul de Teresina. A partir deste ano, a Universidade Federal do Piauí, por meio do Centro de Educação Aberta e a Distância (CEAD/UFPI), passa a ofertar seis cursos de graduação na modalidade a distância em Cajazeiras.


Autoridades locais e de outros municípios estiveram presentes

Cerca de 300 alunos serão beneficiados com quatro cursos de Licenciatura – Geografia, Letras Inglês, Matemática, Pedagogia – e os Bacharelados em Administração e Sistemas de Informação.


População e comunidade acadêmica prestigiaram o evento

Para dar início às atividades acadêmicas, autoridades, professores e comunidade se reuniram pela manhã na Quadra Poliesportiva Antônio de Pádua. Estiveram presentes o diretor do CEAD/UFPI, Gildásio Guedes; o prefeito de Cajazeiras, Aldemar da Silva; a coordenadora do Polo, Giorlândia Amorim; o presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM) e prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos; os prefeitos de Inhuma e Água Branca, além de autoridades locais.


Professores dos seis cursosofertados em Cajazeiras participaram da solenidade 

O diretor do CEAD deu boas-vindas aos novos alunos e ministrou a palestra ‘Sucesso dos Improváveis’ na qual conta as motivações e obstáculos na busca do sucesso e a importância dos estudos como mudança de vida.

“O estudo é uma das formas mais importantes de integração social. A Universidade Federal do Piauí está se expandindo por todo o estado e veio até Cajazeiras. Hoje vocês são alunos da UFPI. Na EaD vocês precisam ser esforçados, então valorizem esta oportunidade. O seu sucesso é você que faz”, enfatizou.

Diretor do CEAD dá boas-vindas aos novos alunos

Para o presidente da APPM, Gil Carlos, a UAB é um programa estratégico para o desenvolvimento do Piauí, tendo o estado o maior número de alunos de EaD no ensino público do país.

“Esses números mostram não só a capacidade de gestão empreendedora, mas também o compromisso da UFPI, do governo do estado e de todos os parceiros. O polo em Cajazeiras contempla também mais quatro municípios - Francisco Aires, Arraial, Tanque e Santa Rosa. Só quem viveu a dificuldade de terminar o ensino médio e não poder cursar o ensino superior sabe o valor destas instalações aqui”, afirmou.


Diretor do CEAD, presidente da APPM, professores e demais autoridades

A coordenadora do Polo, Giorlândia Amorim, ressaltou a importância da chegada dos cursos ao município. “É uma satisfação enorme receber a EaD em nossa cidade. Muitas pessoas tinham vontade de fazer uma graduação, mas não podiam sair daqui. Agora com a Universidade vindo até nós, as cidades vizinhas também têm a oportunidade de estudar bem próxima de suas casas”, disse.

Encontros Presenciais


Coordenadores do curso de Geografia, Wilson Pereira e Cícero Rodrigues, reuniram-se com alunos

Durante a tarde os professores dos cursos se reuniram com os novos alunos na Escola Estadual Francisco Rodrigues, onde funciona o Polo de Apoio Presencial, para apresentar como serão realizadas as atividades acadêmicas no decorrer do período e esclarecer todas as dúvidas.


Tutor do curso de Sistemas de Informação, Juciê Xavier


Coordenadora do curso de Administração, Antonella Chagas

A aluna do curso de Geografia, Joelma Lima, formou-se em Pedagogia há dois anos em Floriano e passou a atuar na área. “Voltei a morar em Cajazeiras e não estudava desde 2013. Quando surgiu a notícia dos cursos vi a oportunidade de voltar, pois sempre gostei de geografia. Eu espero que a minha aprendizagem seja melhor que meu primeiro curso no presencial, já que ele não exige tanto do aluno quanto a EaD que necessita ainda mais do nosso esforço. Quero fazer uma pós-graduação e seguir os estudos”, declarou a estudante.


Joelma Lima ingressou no curso de Geografia


Professores do curso de Matemática, Maycon Sousa e Arnaldo Oliveira

Antonio Araújo mora no município de Santa Rosa e entrou para o curso de Letras Inglês. O estudante acredita que o caminho agora é a educação a distância. “Eu já tive experiência na EaD com o E-TEC ano passado. Acredito que o caminho agora é a educação a distância. Para muitos que não tiveram oportunidade eu digo que não desistam. As dificuldades vão existir, o ensino a distância não é fácil como muitos devem achar, você tem que se dedicar bastante”, ressaltou.


Coordenador do curso de Pedagogia, Baltazar Cortez


Coordenadora de Tutoria do curso de Letras Inglês, Virgínia Muniz, e diretor do CEAD


Centro de Educação Aberta e a Distância - CEAD/UFPI